O OneNote e as Ferramentas de Aprendizagem os ajudaram a sair de um revés e a transformar uma sala de aula.

 

Para a maioria dos professores, a “morte” de seu notebook pode ser catastrófica. Para Merlyne Graves, Professora do 4º ano de Garfield Prep Academy, foi um passo surpreendente em direção a uma sala de aula transformada.

 

Seu dispositivo anterior caiu e queimou. Claro, podemos fazer backup com unidades de armazenamento e acessar recursos em nuvem, mas não há nada como o conforto confiável de seu computador de trabalho. Quando o de Merlyne morreu depois de 6 anos, foi doloroso. Todos os tipos de perguntas encheram sua mente: “Quando terei tempo para pesquisar quais dispositivos atendem melhor às minhas demandas da minha rotina de professora? Quando vou ter tempo para aprender uma nova peça de tecnologia?”

Depois de semanas lendo e pesquisando os mais recentes dispositivos de tecnologia disponíveis para professores e alunos, ela adquiriu um Microsoft Surface (mudando completamente do meu sistema anterior iOS). “Na época, eu não tinha ideia de como essa decisão revolucionaria completamente minha sala de aula e começaria uma jornada em toda a escola para melhorar o ensino e o aprendizado.” Quando a pausa de inverno chegou – junto com seu novo Surface – a professora começou a explorar a Microsoft Educator Community. Depois de fazer alguns cursos no OneNote, queria se juntar a outras pessoas que haviam feito a mudança para as salas de aula sem papel. Essa decisão revolucionaria sua prática instrucional em leitura atenta, leitura guiada, coleta de dados e provocaria uma chama que afetaria toda sua comunidade escolar.

 

O uso de ferramentas de aprendizado no OneNote, como Immersive Reader, Dictation e Audio, tornou o aprendizado mais equitativo, acessível e envolvente. Oferecendo muito mais oportunidades para que seus alunos praticassem e aplicassem habilidade do séc. XXI.

  

Leitura Próxima e Leitor Imersivo

Entender e analisar textos complexos pode ser um desafio para seus alunos leitores que estão aprendendo. O Immersive Reader forneceu um grande suporte para atender às suas necessidades. Com ele, seus alunos puderam ouvir o texto distribuído no seu OneNote quantas vezes quisessem. Isso deu aos seus alunos com dificuldades uma maior chance de identificar com sucesso as evidências de que precisam para responder a perguntas baseadas em texto.

 

O Immersive Reader também ajudou seus alunos através do controle de sílabas. Ao liga-los, os estudantes tomam o controle das palavras que eles tem dificuldade de pronunciar. Ele também suporta instrução explícita de leitura guiada, reforçando habilidades e estratégias de decodificação, ensinadas na mesa de leitura guiada. A professora também presenciou alunos empolgados quando usaram o Line Focus, o que aumenta a atenção, permitindo que concentrem-se em uma ou algumas linhas de cada vez. “Está fazendo uma tremenda diferença em ajuda-los a analisar textos complexos.” diz ela.

“Recentemente, experimentei uma situação que apoiou ainda mais minha visão de sala de aula sem papel. Sem nenhuma orientação de terceiros ou minha, alguns dos meus alunos começaram a usar o recurso de áudio para responder e explicar perguntas baseadas em texto. Quando perguntei: “O que fez vocês todos usarem o áudio?”, Um aluno me disse: “Eu não achava que teria tempo o suficiente para terminar de digitar, por isso tentei conversar sobre isso. E pensei que seria mais rápido porque eu sabia que tinha outro trabalho de aula que eu precisava terminar. “O feedback do aluno dessa conversa me ajudou a ver o impacto que as Ferramentas de Aprendizagem estavam tendo em meus alunos. Eles usaram o que estava disponível e o adaptaram para atingir o objetivo de aprendizagem de forma independente.”

 

Leitura orientada e OneNote da classe

O OneNote também está redefinindo seu papel como instrutora para colaboradora. “Estamos adotando uma abordagem atual para aumentar a fluência. Por exemplo, em vez de os alunos lerem passagens de fluência para mim no papel e anotarem minhas anotações em outro, compartilhamos as duas tarefas juntas.”

 

O uso do Class Notebook os leva a decidir sobre uma meta de palavra por minuto, após a qual os alunos usam o recurso de áudio para gravar suas leituras. Enquanto o aluno lê, a educadora anota qualquer erro usando tinta digital. Como esse processo acontece simultaneamente, permite participar de um rápido debate sobre a prática de leitura. Eles recebem tantas oportunidades quantas fores necessária para reler/ registrar a passagem novamente, mas não antes de refletir sobre sua primeira gravação e analisar o feedback que ela escreveu em sua passagem.

Benefícios para os alunos:

 

• Tem acesso em tempo real às anotações do educador, permitindo feedback imediato;

• Pode ouvir sua primeira gravação, refletir sobre sua prática e ajustar de acordo;

• Completam quantas gravações quiserem até que estejam satisfeitos com o trabalho.

  

Em muitos casos, eles estão atendendo ou excedendo as expectativas. A vantagem do feedback em tempo real e da autorreflexão tangível é que ele permite que os alunos assumam mais responsabilidade e compreensão de seu próprio aprendizado. As implicações para a professora foram:

 

• Usar gravações de áudio como dados para personalizar melhor as decisões instrucionais que atendem às necessidades individuais dos alunos;

• Compartilhar dados de desempenho dessa maneira com os pais pode apresentá-los com um melhor entendimento das habilidades de leitura de seus filhos e como apoiá-los em casa;

• Compartilhar dados de alunos dessa maneira com colegas e líderes dá mais credibilidade e interesse à integração de tecnologia na escola.

 

Uma classe e um grande impacto

“Meus alunos e eu estamos agora em uma emocionante jornada juntos. Ao longo do caminho, encontramos ferramentas como o Immersive Reader, Dictation e Audio in Class Notebook, que estão nos ajudando a redefinir o que o aprendizado funciona melhor para nós, como indivíduos e como comunidade. Por causa dessas ferramentas, o envolvimento dos alunos e os resultados de aprendizagem bem-sucedidos estão aumentando, e a aplicação das habilidades do século XXI é uma prática diária. Ainda estamos no início de nossa jornada, mas não estamos sozinhos. Nossa experiência teve um tremendo impacto que levou toda a nossa comunidade escolar a se tornar uma Microsoft School, agora trabalhando para se tornar uma Microsoft Showcase School.”